• Secretaria de Infraestrutura e Logística
  • BIM DER - Obras Rodoviárias
  • BIM - Paraná Edificações
  • BIM DER
  • Building Information Modeling

Notícias

30/08/2019

A SEIL, em parceria com a Bentley Systems, realizou o evento técnico “Avanços na Infraestrutura por Meio da Transformação Digital”

            Nesta quinta-feira, dia 22 de agosto de 2019, foi realizado no auditório do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER PR) o evento técnico “Avanços na Infraestrutura por Meio da Transformação Digital”, que contou com a presença de mais de 100 profissionais da área de Engenharia e Arquitetura.

            O objetivo do evento foi conceituar o processo BIM e apresentar as aplicações Bentley tanto para projetos e obras lineares quanto para edificações, atendendo à demanda de projetos de rodovias e aeroportos.

            O evento teve início com a fala do Diretor-Geral do DER, Fernando Furitatti, que destacou a importância do referido encontro técnico tanto para a SEIL quanto para o DER, visto que esse constitui um passo fundamental para o Estado do Paraná na consolidação da estratégia de adoção de inovação e tecnologias para a melhoria da gestão de projetos e obras públicas. Fernando Furiatti ressaltou que a pesquisa e o fomento da metodologia BIM na SEIL tiveram início em 2014, e destacou algumas parcerias que foram imprescindíveis ao longo desta caminhada, a exemplo da REDE BIM GOV SUL, estabelecida entre os governos dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná; das universidades; e dos principais desenvolvedores de softwares BIM em nível mundial, caso da Bentley Systems. Furiatti concluiu sua fala anunciando o encaminhamento à PGE da Minuta de Decreto a fim de instituir a ESTRATÉGIA BIM PARANÁ 2019-2022: RUMO À INOVAÇÃO DIGITAL NAS ÁREAS PÚBLICAS, elaborada pelo Grupo Técnico de Trabalho estabelecido entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, o PARANACIDADE, a Paraná Edificações, a Companhia de Habitação do Paraná e a Secretaria de Planejamento e Superintendência de Inovação da Casa Civil.

            Em seguida, Leonardo Tavares, Executivo de Negócios da Bentley Latin America, discorreu sobre a conceituação do processo BIM como uma quebra de paradigma e mudança de hábito no âmbito da indústria AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção), tratando sobre conceitos como 4ª Revolução Industrial e Machine Learning. Além disso, o palestrante também trouxe o conceito de Gêmeos Digitais, o qual pode ser compreendido como uma sucessão do modelo BIM. De acordo com Leonardo, o Gêmeo Digital, além de conter todas as características do modelo BIM, também permite a integração de outras tecnologias a fim de garantir a gestão online de todo o ciclo de vida do empreendimento.

            Posteriormente, o Engenheiro Civil Otávio Gonçalves, Consultor Especialista em Soluções de Modelagem e Construção Bentley Brasil e Especialista de Produtos Civis e Construção na Bentley Systems, tratou sobre o conceito CIM - City Information Modeling, ou Modelagem da Informação da Cidade, ressaltando a importância em agregar modelos BIM a bases de dados GIS - Geographic Information System, ou Sistema de Informações Geográficas, a fim de convergir todas as informações a uma única base de dados. Otávio também tratou do conceito CDE - Connected Data Environment, ou Ambiente Comum de Dados, ressaltando a importância da gestão da informação contida nos modelos.

            Por fim, foram apresentados dois estudos de caso desenvolvidos por meio de ferramentas Bentley. O primeiro deles, a “rotatória” de Ribeirão Preto - SP, foi criado a fim de substituir o antigo cruzamento entre 5 rodovias por um projeto rodoviário que pudesse atender às demandas da região ao longo dos próximos 30 anos. O projeto, que faz a ligação entre as cidades de Ribeirão Preto e São Paulo, conta com 8 viadutos, 20 rampas de acesso e espansão de 11.800 metros de estrada, permitindo que, assim, 80.000 veículos trafeguem diariamente pela região.

Para maiores informações, acesse https://www.bentley.com/pt/project-profiles/2016/beta-2-engenharia_roudabout-ribeirao-preto.          

            O segundo estudo de caso apresentado foi o Aeroporto de Londrina, que faz parte do Plano de Reestruturação da Infraero. Para este caso, foi desenvolvido um projeto piloto de Gêmeo Digital a fim de ser utilizado como referência para os outros 54 aeroportos que também encontram-se sob responsabilidade da Infraero. O modelo digital foi desenvolvido para funcionar como um repositório de dados do Aeroporto, agilizando o acesso a informações atualizadas e dinâmicas do empreendimento e contribuindo com todo o processo de gestão ao longo do ciclo de vida do ativo. Além disso, as informações contidas no modelo digital do Aeroporto estarão diretamente intregradas à base de dados da Prefeitura de Londrina, a fim de possibilitar a implementação de um modelo de governança para a gestão da informação. Dentre as ferramentas Bentley utilizadas, estão o AECOsim Building Designer, Microstation, OpenRoads Designer, Bentley Map e ProjectWise.

Para maiores informações, acesse https://www.bentley.com/en/project-profiles/2018/infraero_digital-airport-londrina.

            O evento contou com a presença do Diretor-Geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná, Fernando Furiatti, e seus respectivos técnicos; o Diretor-Geral da Secretaria de Estado de infraestrutura e Logística, José Brustolin Neto, e seus respectivos técnicos; representantes das prefeituras de Curitiba, Carambeí e Araucária; bem como representantes da Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes (SEPL); da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEDU); da Secretaria de Estado da Educação (SEED); da Paraná Edificações (PRED); da Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR); da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC); da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP); do PARANACIDADE; do Instituto das Águas do Paraná (IAP); do Ministério Público do Paraná (MP PR); da Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (CELEPAR); da Paraná Previdência; da Comissão Regional de Obras 5 do Exército (CRO 5); do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC); e da Superintendência de Inovação da Casa Civil do Estado do Paraná.

 

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.