Últimas Notícias

DGPO recebe a Missão Técnica BIM da Câmara Metropolitana de Integração Governamental do Rio de Janeiro
25/10/2018 - 11:50

Nesta quarta-feira, dia 24 de outubro de 2018, o Departamento de Gestão de Projetos e Obras – DGPO recebeu a Missão Técnica BIM da Câmara Metropolitana de Integração Governamental do Rio de Janeiro. Essa Missão Técnica foi representada por quatro integrantes da equipe de diferentes órgãos: Carmen Lúcia Petraglia, coordenadora da Cartografia e Informações da Câmara Metropolitana de Integração Governamental, Aurélio Vogas Barreto, subsecretário de Obras de Prevenção e Erradicação de Riscos e Desastres, Cristiane Magalhães, representando a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – FIRJAN, e Ronaldo Chaves, consultor da Autodesk. E representando o DGPO estiveram presentes o chefe do departamento Lidio Sasaki, e as arquitetas Lorreine S. Vaccari e Melissa M. Yamada. Esteve presente no período da manhã o arquiteto Milton Campos da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba – COMEC.
O objetivo dessa Missão técnica era a apresentação do Plano de Fomento ao BIM desenvolvido pela SEIL considerando que o Governo do Estado do Rio de Janeiro assinará um Decreto para a Disseminação do BIM primeiramente na Região metropolitana, mas pensando no Estado como um todo. A Câmara Metropolitana de Integração Governamental está responsável por esse trabalho e vieram conhecer a experiência da SEIL nessa trajetória de fomentar e implantar o BIM. Pela manhã os visitantes apresentaram o trabalho que vem desenvolvendo com a elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana do Rio de Janeiro e por isso, a presença do representante da COMEC foi interessante para a troca de contatos e experiências. Após essa apresentação o Lidio Sasaki fez a apresentação da SEIL e como está organizada institucionalmente e dos motivos da adoção do BIM no Estado. Em seguida, Lorreine S. Vaccari apresentou o Plano de Fomento ao BIM com as linhas estratégicas e as ações tomadas para a sua execução. Foi feito um breve intervalo para o almoço e no retorno a Melissa M. Yamada apresentou as atividades do LaBIM/PR, e ao final as dificuldades e desafios e as ações planejadas para a 2° Fase do Plano de Fomento ao BIM.
A troca foi bastante produtiva pela percepção que os técnicos possuem das dificuldades a serem enfrentadas. O entendimento de que o BIM traz uma mudança de paradigma é clara e por isso necessita de uma estratégia de transição bem organizada. A estrutura do Rio de Janeiro está avançada no desenvolvimento das bases cartográficas para o desenvolvimento de um sistema de informações geográficas (SIG), havendo a possibilidade de uma linha de estudo sobre a comunicação entre BIM e SIG.

GALERIA DE IMAGENS